• Home
  • /Business
  • /O que fazer para vender sem fronteiras mesmo com zonas de risco?

O que fazer para vender sem fronteiras mesmo com zonas de risco?

A logística dentro da operação do e-commerce é um dos principais problemas. Seja pela complexidade e pelos desafios de uma um país geograficamente grande como o Brasil, muitas áreas têm difícil acesso e pouca população habita nestes locais. Mesmo os Correios, que hoje é a maior empresa de logística da América Latina não sai ilesa quando se trata da distribuição de produtos.

Quando falamos em vendas, sabemos que nem todas as compras são feitas nos grandes centros urbanos. E mesmo locais que são próximos das capitais, pode acontecer dos correios não fazer a entrega. Por exemplo, Santos, que fica a 80 Km de São Paulo, não é atendido pelos correios.

cta-infoguiatributacao-pier8

Como apontou o portal G1, São Paulo e Rio de Janeiro foram considerados lugares que apresentam risco muito alto para seguradoras, devido ao roubo de carga — e a duas posições da classificação mais grave. As cidades estão na frente de lugares como o Iraque, considerado zona de guerra.

E o que fazer nessas situações onde os Correios não entregam?

Para esse tipo de problema, a principal é dica é ter uma carteira de fornecedores diferentes. No caso de produtos parados no Centro de Distribuição, pode ser mais vantajoso cancelar o envio e emitir um novo pedido por outra transportadora. É importante destacar que cada compra é um caso diferente. É preciso estudar com cuidado, afinal, o que todo e-commerce quer, são clientes satisfeitos.